Atlas Quantum escondeu Bitcoins em carteira que funciona na rede Tor

Startup israelense WhiteStream analisou carteiras da empresa brasileira e disparou: “ponzi brasileiro Atlas Quantum enviou aproximadamente US $ 200 milhões roubados para a Wasabi Wallet.”

Uma investigação realizada pela startup israelense de inteligência em blockchain WhiteStream descobriu que a Atlas Quantum enviou bitcoins para uma carteira que funciona na rede Tor.

Conhecida como Wasabi, a carteira tem como principal característica manter o anonimato de seus usuários, ela também tem o código aberto e funciona na rede Tor.

A rede Tor é um sistema descentralizado que torna o uso da Internet anônimo. A Deep Web e a Dark Web, por exemplo, podem ser acessadas através da Tor.

Famosa por rastrear bitcoins de grandes golpes com moedas digitais no mundo, a WhiteStream já conseguiu rastrear bitcoins da organização terrorista ISIS, e de golpistas do Twitter e do YouTube que também usam a carteira Wasabi para esconder bitcoins das autoridades.

Em uma conversa por e-mail, a WhiteStream disse ao Livecoins que analisou as carteiras de Bitcoin da Atlas Quantum e transações desde maio de 2017. De acordo com a empresa, a Atlas movimentou 150 mil carteiras de Bitcoin, somando cerca de 30 mil bitcoins.

“Com base em nossa análise, parece que as atividades da Atlas Quantum na blockchain começaram em maio de 2017

São pelo menos 150 mil endereços de bitcoin com fluxo geral de cerca de 30.000 BTC ( U$ 220.000.000) .

Atlas enviou bitcoins “roubados” para carteira que funciona na rede Tor

A WhiteStream descobriu que no final de 2019 a Atlas começou a enviar bitcoins para a carteira Wasabi. De acordo com a startup, a ação provavelmente visava esconder os fundos das autoridades.

Desde agosto de 2019, quando a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) impediu a Atlas de ofertar contratos coletivos de investimentos, os usuários não conseguiram mais sacar bitcoins.

A Wasabi é uma carteira com mixer que usa a rede Tor para manter as transações privadas, ela também é uma carteira não custodiante.

Por causa dessas características a Wasabi é a carteira preferida dos golpistas que atuam no Twitter e no YouTube. Portanto, é curioso sobre o motivo de a Atlas ter enviado os Bitcoins para a carteira Wasabi.

No final de 2019, vimos um movimento massivo de bitcoins saindo das carteiras  da Atlas Quantum em direção à plataforma  de Mixer da Wasabi Wallet.

provavelmente para ocultar os rastros dos fundos e interromper quaisquer esforços futuros de confisco.

Agora, de acordo com a empresa israelense, os bitcoins foram enviados para a Wasabi Wallet, o que dificulta o rastreio por autoridades.

“Podemos ver dezenas de transações no valor de centenas de milhares de dólares, exemplos: “63aa9f5de03b619f5e7d7c333b9039 def72db5930c9072d318bb5c809f3a 51b6 – $ 44.27513dbf89d816c3d09f945ceea407053 7052589cfd21fe404b21277269bb5e 0fd0 – $ 10.09346ec1dbded5b64a80365e6833d607f be93294c756b313c00294fb5245353 de1f – $ 1.8259f2f27b8a318fdc7c0a8da1d5c0a21 2391f08e775ab90c8ed2ed77e669c6 d06f – $ 1.17544383eab1e7c6c09095bec6b437e38 4623f55bdcab274a6881fa7c8bbafd F104 – $ 95,740
24af9103d5a6b2faa450bac53f20de A6a677ef3482f6d2f7227aae3ea05a 31b4 – $ 150,981
1a5a0aaa04ea4865a42eee1a2246a2 9fe0b257a57bad38faa8443890c0fe E686 – $ 50,320d5bf0a702b238191be50340ded6d53 d20a9b70734eba1aec07573a63e8c9 8952 – $ 49.918

A WhiteStream também publicou um post no Twitter com parte da análise, no tuíte, a empresa afirma que o “ponzi brasileiro Atlas Quantum enviou aproximadamente US $200 milhões roubados para a Wasabi Wallet.”

“Nossa investigação revela que o esquema Ponzi de $ 200 milhões #AtlasQuantum (Brasil) enviou sistematicamente fundos roubados para @wasabiwallet

O Livecoins tentou contato com a Atlas para tentar entender o motivo dos bitcoins serem transferidos para o mixer, mas até o fechamento da reportagem não recebemos uma resposta, o espaço fica aberto.

Fonte: https://livecoins.com.br/atlas-quantum-escondeu-bitcoins-roubados-em-carteira-deepweb/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *